segunda-feira, 9 de julho de 2007

Atividade 17/24


Auto-Avaliação

Falar sobre os outros é difícil, falar sobre nós, talvez... mais ainda.
Sobre os outros, porque não sabemos o porque de seus atos e atitudes, o que está acontecendo naquele momento, quais suas dificuldades, barreiras...
Sobre nós, porque não sabemos como os outros vão receber estas informações. Talvez não concordem por desconhecer nossos limites e dificuldades.
Mas, mesmo sentindo esta dificuldade , estarei relatando, argumentando e justificando, minhas dificuldades, aprendizagens, comprometimento, dúvidas e expectativas, no PROA 17 B.
Sempre quis saber mais sobre blogs e seu uso na educação, então quando constatei que teria este tema nas disciplinas opcionais, não tive dúvida, esta seria a minha primeira opção.
Comecei empolgada e um tanto assustada, ansiosa... não sabia se iria conseguir. Tenho certo defeito, quando entro pânico não consigo raciocinar e isto aconteceu várias vezes durante estes dias, principalmente quando tinha muito trabalho a fazer na Gerência (Capacitações, certificados, relatórios a preencher, visitas as salas informatizadas...), muitas vezes não consegui conciliar com as atividades propostas, mas quando tinha um tempinho colocava tudo em dia.
Já conhecia um pouco o ambiente do Blogspot, (só o básico), mas o mais antigo, onde tudo era mais difícil. Foi muito bom entender melhor esta ferramenta. Notei como a mudança gera um certo desconforto, pois quando mudei de ambiente do Blogspot para o Terapad tive uma certa dificuldade, mas com um pouco de tempo e persistência consegui postar textos, inserir imagens nos textos e na galeria de imagem, passar para o português os links da coluna esquerda, inseri outros criei pastas, fiz um blog colaborativo, ativei o fórum, inseri links, coloquei fotos do grupo e sei que conseguirei muito mais com um pouco de persistência.
Quanto ao trabalho em grupo, no início, estive um pouco ausente ( por motivos alheios a minha vontade), mas não foi uma ausência assim tão grande, e nem por isso deixei de contribuir. Logo depois, contribui muito, pois com o Terapad me sai muito bem.
Portanto, acho que não fui uma “discípula” tão ruim. Procurei, na medida do possível e superando minhas dificuldades, fazer todas as atividades que foram solicitadas, inclusive a atividade 17/14, pois aprendi a “mexer” no Terapad. Mexi, remexi, descobri e contribui com o meu grupo, demorou um pouco, mas todo ser humano tem seu tempo para aprender e eu não sou diferente.
Durante todo o processo, imprimi as atividades e encadernei, pois sei que mais tarde me será muito útil. Pretendo repassar para outras pessoas tudo o que aprendi.
Obrigada as professoras, pelo carinho, paciência e atenção dispensados durante as atividades. Fizeram o papel de mediadoras. E me ensinaram que nada se consegue sem persistência.
Obrigada também ao meu grupo pela compreensão nos momentos em que me ausentei.
Apesar das dificuldades consegui chegar ao final, com as atividades em dia.

2 comentários:

Magda disse...

Oi Esoleide, a Neura também está preocupada com o nosso "N" na planilha, quem sabe aguardamos mais um pouquinho? Até...

Su disse...

:)

Vocês e a planilha :)) paciência gurias!

Esoleide

Foi super bom termos estado juntas nesta disciplina. Penso que tod@as aprendemos junt@s e, mais ainda, aprendemos a aprender junt@s.

abraço!